sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Joguei a toalha pra sempre


Mais uma vez percebi que conosco tudo está perdido, não tem diálogo, não tem entendimento. Está tudo azedo e mofado. Enquanto eu falo A você fala B. E os nossos conceitos em relação a nós não vão mudar. Tivemos tempo suficiente para engessar idéias e pensamentos e em definitivo não vamos alterar o que pensamos um do outro. E mais, não queremos.
Chega de ilusão, existe um abismo entre nós difícil de ser rompido.
Não existe o que fazer. Percebo que você projeta nos outros, " próximos", as idéias que tens de mim e que confesso não estou interessada em reverter, de tentar fazer com que você pense diferente. Foi se o tempo em que eu queria que você pensasse diferente sobre mim! Passaram-se vinte anos desde esse desejo despretensioso e sem esperança de ser.
Eu sempre vou ter raiva da pessoa interesseira que etiquetou sendo parte do meu currículo e você sempre vai achar que de alguma forma é o que "nós" queremos de ti. Qualquer fala, qualquer atitude será pautada na desconfiança e nas segundas intenções que não existem, mas que teima em achar que moram em mim.  Isso fica muito claro nas tuas falas e atitudes. Porque por incrível que pareça é isso que sobrou entre nós, falas ásperas e restos de mágoas soltas no ar. Você fala que eu bato na mesma tecla em determinados assuntos,porém não percebe que o nosso contato é construído somente de falas, não temos o dia a dia para exemplificar as nossas atitudes e percebê-las. Portanto, é lógico que minha única ação e movimento com você é a maldita fala. Contudo lembra sempre que a interesseira aqui nunca te procurou, nunca te pediu nada e nunca te abandonou por homens mais ricos, essa sim você deveria tratar muito mal. Então não desconta o teu receio e paranóia nos "outros implicados". Deixa só para mim o título. Eu aguento e já me acostumei, apesar de  não sustentar esta maledicência. Que fique claro isto.
Chega, larguei de mão e pelo bem da minha inteligência não quero mais conviver com nada que te diz respeito. Eu vivia bem enquanto foste apenas um fantasma e para mim é para lá que voltas, pro reino dos que habitam os nossos piores pesadelos.
Não quero lidar com você, não quis antes, não quero agora. Você me faz mal e me traz o mal.



5 comentários:

Elaine Crespo disse...

Carolina!

Tem hora que precisamos da um basta , a próxima sou eu!Seja como for tem meu apoio!

Beijos amiga minha!!

Elaine Crespo

VaneZa disse...

Quando eu li as primeiras postagens e percebi que esse fantasma estava de volta eu temi que ele estivesse voltando só mesmo pra te assombrar. Dito e feito! Chuta que é macumba, amiga!

BeijoZzz e fica bem.

Dama de Cinzas disse...

Xiii a coisa ficou feia!

Beijocas

Lili Tormin disse...

Renove, inove... troque o pó para que o aroma de café fresco atraia melhores papos!!
:)

Sara disse...

Eme sempre gosto de comer alguma coisa e ler alguns dos blogs que eu encontrar on-line por isso, se você não cozinhar muito bem e eu acabei pedindo uma Delivery Moema e, em seguida, se o café vem a sobremesa.