terça-feira, 11 de agosto de 2009

Surgindo novas idéias - conceitos não engessados


Amorosamente falando, quando era mais nova, não olhava muito para garotos novos, ou melhor, não olhava mesmo. Não era nada engessado, mas não rolava. Curtia homens maduros, que eu achava, porque em alguns casos, revelaram -se pequenos adultos, grandes crianças. Enfim, não tinha paciência em viver uma relação qualquer com meninos que, no mínimo, não tinham vivenciado o que já vivi. Preconceito? caretice? Sei lá, este tempo e pensamento já virou pó faz horas.

Então a faixa combinada dos meus amores eram da minha idade pra cima, jamais pra baixo. De uns tempos pra cá comecei a ter sede de olhar rapazes mais novos, com viço na pele, pele tenra. E nestas atenções e observações percebi como estão cada vez mais interessantes estes garotos. Cabeça boa, conceitos mais relaxados, menos neuras. Nem tantos vícios e chatices dos mais velhos e resistentes.

Nem tão garotos que também não sou tia de creche, né? Mas na maior inocência e em alguns casos com olhar de cientista pelo simples prazer da curiosidade, admiro cada vez mais os jovens.
A beleza,interna e externa, nos atrai porque somos assim. O belo nos dá prazer por si só.

Fiquei estranhando e pensando porque mudei. Não que mudar não seja salutar, até porque mudo a toda hora como boa geminiana que sou. Meu lema : nada é estático, tudo é dinâmico.

Mas voltando ao que já está. Será que é a vontade de permanecer jovem ? Será um pequeno desespero ali instalado em querer parar o tempo e me agarrar ao que é novo por me ver indo e eles chegando?

Não sei, talvez seja um pequeno devaneio ou um mix de sentimentos, pouco de tudo. Uma viagem este pensamento que surgiu do nada e irá embora logo em seguida.

Então no meio de um trabalho, estalou um pensamento em mim, não depurei, não filtrei e vou abrir para um fórum de debates entre nós. Vamos burilar a idéia, seja ela correta ou não.

Será que é na vontade de vampirizar ( no bom sentido) e segurar o frescor da adolescência que muitos homens, numa certa altura da vida, querem alguém bem mais jovem?

Será que não trabalham bem quando estão frente a frente com um futuro mais velho?

Será que realmente acham a velhice feia? Porque não é! O tempo não apaga a caminhada bonita que construímos, e sim enobrece o resultado daquilo que nos fez, do que somos!

Quem sabe vampiros de uma juventude que já se foi?

O que vocês acham?

11 comentários:

WILMER POZO disse...

SUPER BIEN!!!
visita mi blog:

http://wilpozo.blogspot.com

"ONIRICOSIS"

Babi Mello disse...

Antes de mais nada Carol acredito que vc esta quebrando paradigmas e portanto esta aberta a novas experiências, e vc só permitia ver o que os seus olhos queriam ver e agora você vê com mais amplitude e a vida é assim é uma caixinha de surpresas, nda é absoluto só a morte.
P.S namoro um cara mais novo que eu.

Monica Loureiro disse...

Eu acredito que a gente precise do frescor da juventude , e das pessoas que não tem vergonha nenhuma em mostrar que estão aprendendo na vida.....

Debor@h disse...

Muito interessante esse assunto não é mesmo?
Acho que a velhice é um baú cheio de conhecimentos, experiências, sentimentos que a juventude não conhece ainda. Faz parte da natureza envelhecermos, mas também amadurecemos e aprendemos com o passar do tempo.
A juventude também tem seu aldo charmoso. A curiosidade do desconhecido, a imaturidade e inocência e até mesmo as criancices, fazem parte do aprendizado da vida. Eu tô no meio do caminho e ainda tenho tanto que aprender.... Bjs e um ótimo dia!
Ps - Obrigada pela sua visita no meu blog e seu comentário. Adorei!

Atenta disse...

Carol,
Tb nuncxa gostei de homens mais jovens.. mas em razão da falta de maturidade sempre achei que se encontrasse algo mais jovem e mais sereno talvez ficaria sem nenhum problema mas isso nunca aconteceu.

Denise do Egito disse...

Carol,
Lá vai a opinião dessa quarentona. Não acredito q seja vontade de vampirizar, nem receio de envelhecer... Eu acho simplesmente que os homens de 30 e poucos estão interessantes. Já definidos profissionalmente (pelo menos é o q se espera), maduros sexualmente e dispostos a relacionamentos de verdade. E tem uma coisa que vc falou sobre os caras mais velhos já terem manias e serem resistentes a uma novidade que, normalmente,sabe? Percebo q os caras mais novos não são assim. =]

jbln ;) disse...

Carol, fui embora... nao sei até quando. Entao, passa la: http://adoroeponto.wordpress.com/

Ana Maria disse...

O que eu acho? Que só os homens imaturos fazem essas trocas medonhas. E olha que com 18 anos eu conheço bem as tais trocas absurdas.

Afinal, todos nós procuramos alguém a nosso nível...Por exemplo, homens que vão atrás de mulheres mais imaturas, logo SÃO IMATUROS.

http://diretodabanca.wordpress.com

Bill Falcão disse...

Gostei do "olhar de cientista"!
Bjooooooooo!!!!!!!!!!!

Éverton Azevedo disse...

Velhice nao é feia. Nao mesmo rs.

Agora sobre os homens, é um pouco de vampirizar sim. Pelo menos eu interpreto assim quando amigos me falam. Mas sem exagerar, que amor nao liga muito pra idade (sem exageros, novamente rs).

Antes as mulheres mais velhas nao me atraiam muito. Era no máximo as da minha idade e olhe lá, sempre mais novas um par de anos. Agora já penso diferente. As mulheres mais velhas têm um "q" distinto, enfim...

Coisas da vida né. E os preconceitos (sim,eles existem) sao/estao para serem vencidos mesmo.

Bj.
Inté.

Valéria Martins disse...

Oi, Carolina. Acho que isso acontece porque a gente se sente jovem por dentro, enquanto o corpo toma outro rumo por fora. Eu me sinto muito jovem!
Também me interesso por homens mais jovens, mas acredito que na hora do relacionamento, tem que ser alguém com idade próxima da nossa, para cima ou para baixo. Senão, fica muito desigual.

Beijos!