sexta-feira, 11 de junho de 2010

E por falar nisto



Ah o amor ...

O tão sonhado e esperado amor.

Invenção, intenção ou pura fantasia?

Produto caro, artigo de luxo.

Suspiramos pelo incensado amor.

Temos de várias formas, mas o procuramos de forma carnal e passional.

Um amor para se viver pro resto dos dias, enquanto der pra gente viver. Pode durar um mês, um ano, uma década. Aqui e agora entre nós dois não rola tempo cronológico, só o tempo meu, o teu e da nossa velocidade e intensidade.

Ah o Santo Graal das nossas vidas ...

Estamos a procura de. Quando encontramos vivemos apaixonadamente até que tudo se torna rotina, costume, hábito e então como bola de sabão desidealizamos o amor e passamos a reparar nos mínimos detalhes do objeto amado. Então vem a intolerância, a impaciência e porque não dizer a decepção. E há àqueles que vivem história dignas de romance, tão invejados estes apaixonados.

A- eme - o – erre, palavrinha tão falada por todos os cantos do mundo...

Por vezes sussurrada ao pé do ouvido, em alguns momentos em alto e bom som e por instantes entre gemidos e sensações. E porque não dizer, entre soluços e dores?

Quem inventou a tão aclamada definição com certeza nunca imaginou quanta responsabilidade tinha naquele momento explosivo de inspiração.

Foi Deus quem criou ou os homens?

Quem consegue definir com exatidão este sonho tão buscado por nós, reles mortais?

A única verdade que sabemos é que somos bichos casadoiros e como tal  viemos para  viver histórias de amor.

Um deserto é impossível de atravessar sem um camelo.

E a vida é humanamente impossível de viver sem outro alguém pelo tempo necessário que for da nossa história, mas com a intensidade do agora, do presente.

14 comentários:

Dr. do absurdo disse...

Viva o amor então!!!

Beijos

Dama de Cinzas disse...

O amor deveria ter um dia... rs... O Dia do Amor, em que todo mundo faria um gesto legal por alguém, não comprar nada, mas dizer algo de bom... Olha que seria bem legal!

Beijocas

Debor@h disse...

Feliz dia dos namorados, viva o amor, hoje e sempre! Bjs meus!

Jaque Gonchoroski ઇ‍ઉ disse...

Dores e alegrias. SOnhos e decepções. Tudo culpa do amor. Mas quem consegue viver sem ele?

Eu não...

BEijos!

Nati disse...

ele é desejado por todos. Quero q op meu chegue depressa.
Belo texto..
beijo

ale disse...

E é bem bom né?

.ailton. disse...

tá apaixonada ou foi apenas em ocasião do dia dos namorados?

Hakime Goul Djounoubi disse...

Bem haja!

Maravilhosa descrição do amor. Faltou dizer apenas do medo que temos de ficarmos sós, mas acho que fazes alusão a ele nas linhas...

Abraços cordiais.

PS.: Como passaste o Dia dos Namorados? Aí em Portugal foi em 14 de Fevereiro, não foi?

Tiago disse...

O amor é pão feito em casa.

Dalva disse...

L'amour, toujours l'amour...

Amei o texto, como sempre!

Beijinhos.

Dany disse...

Lindo texto! Eu particularmente, não nasci pra viver só! Mas confesso que essa busca pelo amor tem me cansado... Quem sabe numa próxima vida! Bjos

Valéria Martins disse...

Pois é, como diz o Domingos de Oliveira, "O homem quando está solteiro quer estar casado; quando está casado quer estar solteiro". Acho que não é só o homem, não, o ser humano é assim.

Beijos!

Alice Wilhelm disse...

Há como eu espero um amor...kkkk...como costumam dizer algumas gurias que conheço: Meu príncipe deve ter caído do cavalo e está em coma, pois até hj ele não surgiu na minha vida. Buá Buá.

Beijos!!!

Vilé disse...

O amor acima de tudo e como diria Drummond, ame mesmo a sua falta de amor...