terça-feira, 7 de setembro de 2010

Em nome das bizarrices alheias

cena do filme Tudo em Família

Hoje percebi que têm mais paranóicos soltos do que se tratando verdadeiramente. E que a ação do paranóico é inconveniente. É muito mala. E no fundo dá vontade de rir. Pelo muito que insisto em em rir dos fatos que só posso conceituar de bizarros. Agrada-me o bom humor perante situações que poderia levar para outro ânimos. Não que todos às vezes sinta vontade de rir , claro que como qualquer mortal tenho vontade de esganar certas pessoas e acho que metaforicamente falando até tenho esta atitude.


Chego a sentir satisfação quando alguma situação me surpreende, me sinto realmente viva porque é um sinal de que ainda sou ignorante de várias coisas, que muito tenho ainda que aprender, que muito chão ainda vou andar. Por mais que não tenha um peso super valorizado, nem positivo nem negativo, é importante ainda olharmos com surpresa algumas atitudes. Que entediante seria se, depois de algum anos e muitos percalços que chamamos de experiência, nada mais nos deixasse boquiabertos nesta vida.

7 comentários:

Dama de Cinzas disse...

É verdade! Eu acho que cheguei mais ou menos num estágio que gosto de me surpreender, porque isso me faz sentir viva! Às vezes é chato quando tudo se torna muito previsível, a gente relaxa nossas defesas comos se pudéssemos prever tudo e não podemos...

Beijocas

Franck disse...

Adorei o papo e o café, mas só não sei pq vc disse que tem tanto paranóico por ai... vamos exemplificar?
Um beijo e um bom feriado!

Carolina disse...

Oi dama,

é real,se tudo setorna prevísivelfica a impressão de que temsoalgumcontrolenesta viagem chada vida. rsrrs
bjão

Oi Franck,

vou explicar, hoje tive que rir muito de uma situação hilária que aconteceu e me envolve,mas o que me deixou pasma foi perceber que têm pessoas que do nada tomam pra si uma história e se acham personagem principal de um episódio, se sentem perseguidas sem ao menos termos citado o seu bendito nome.É muito louco! rs
bjão.

Carolina disse...

Oi dama,

é real,se tudo setorna prevísivelfica a impressão de que temsoalgumcontrolenesta viagem chada vida. rsrrs
bjão

Oi Franck,

vou explicar, hoje tive que rir muito de uma situação hilária que aconteceu e me envolve,mas o que me deixou pasma foi perceber que têm pessoas que do nada tomam pra si uma história e se acham personagem principal de um episódio, se sentem perseguidas sem ao menos termos citado o seu bendito nome.É muito louco! rs
bjão.

VaneZa disse...

Tem casos que dá pra rir das bizarrices... mas têm outros que dá vontade de trucidar a pessoa.

Abraçozzz

Jaque ઇ‍ઉ disse...

COm certeza. Temos que nos surpreender sim, nem que seja com algo bizarro rs

Beijos!

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

A vida e as pessoas sempre nos deixam boquiabertos. Fazemos coisas uqe espaantam os outros e outros fazem o mesmo.

Ser bizarro é ser você mesmo.

Beijos

Flavia Mariano