domingo, 16 de janeiro de 2011

Da série: fora de série

Agnes - Filme Meu Malvado Favorito

Pessoas queridas, eu acho que vivo num mundo paralelo.

Desculpa, mas com todos os adventos da mulher moderna, igualdade de direitos, globalização e era digital ainda existem homens que proíbem suas mulheres de usar mini-saias ou esmalte vermelho? Pensei que isto acontecia ultimamente lá no Afeganistão.

Ou pior, ainda tem mulher que se sujeita a isto?

Não lembro de ter um namorado assim nem na adolescência, mas lá vai  minha teoria que os afins se acham, se não sou assim como acharia um seguidor do talibã assim pra mim? E olha que sempre fui namoradeira. Lembro de uma amiga, aos 17 anos, dizer que não podia colocar roupa transparente porque o namorado não deixava. Eu dei risadas na época e não levei a sério, até que o namorado trocou ela pela mais dada do colégio e estão casados até hoje. E com certeza a dada usava muita roupa transparente...

Pensei que um cara que te cerceia, nestes pequenos detalhes,  fosse um sinalizador de que desta relação só vem encrenca.

Estou errada ou eu que sou um ET?

9 comentários:

Dama de Cinzas disse...

ehehehe... Amei seu texto! Pequeno e direto ao ponto. Eu também quero escrever sobre isso qualquer dia, porque quando uma mulher me diz que um naomorado NÃO DEIXA ela usar ou fazer tal coisa, sinto como se tivesse dado um salto no tempo e caído em 1911!

Acho que o homem sabe para quem ele fala essa barbaridade, porque eu também fui namoradeira e nenhum homem ousou me dizer isso até hoje e espero que continuem tendo bom senso... rs

Beijocas

Franck disse...

Certíssima! Os outros é que são ETS!
Bj*

Fernanda Mottola disse...

Pior ainda é a mulher que se submete a esse tipo de repressão né! Pelo amor de deus o que pensa um homem que fala esse tipo de coisa? Que se a mulher usar uma saia até os pés ele terá garantias de fidelidade???!!! Helloo!!!!
bjo miguinha!

Nine disse...

Meu avô fazia dessas coisas, e eu já achava meio absurdo, que dirá aceitar isso agora!!! Mas a gente sabe que tem muito por aí... agora, sobre se submeter a tais absurdos, acho que deve ser quase um carma, porque só assim pra entender porque muitas mulheres ainda aceitam essas imposições! Eu não entendo, e na verdade, até tive um namorado que tinha esses "costumes", mas mandei ele tomar prumo rapidinho, oras!!!! rsrsrs

Beijo, Carol!
Compra a Lola, sim, tu vais gostar bastante!

Lady Murphy disse...

Menina, achei seu blog nos comentários do blog da Dama de Cinzas... pela peuqena opinião expressa lá e vim aqui dar uma olhada... chego aqui e me deparo com esse texto maravilhoso! Adorei.

Por incrivel que pareça, eu também fui namoradeira e ninguem ainda me fez um pedido absurdo desses. Sou casada, meu marida sabe bem do que ja aprontei, mas nunca me faltou com o respeito. E mais incrível ainda é saber que essas moças que se submetem a esse tipo de exigência tem um marido que vai procurar uma saia curta ou uma roupa transparente fora do casamento enquanto está com a beata trancada em casa.

Homem gosta de mulher segura de si e de opinião e vontade próprias. Essas são as preciosas.

Aquelas que obedecem a tudo que o marido ordena são as que geralmente o hoemem tem certeza de que ela tem medo de perdê-lo,e por assim ser, fazem o que bem querem com a garantia do perdão - ou com a segurança da enganação: "meu marido morre de ciúmes de mim. ele nunca me trairia." Conheço moças que atrelam sua certeza de fidelidade na dominação do marido. Coisa de doido, sabe? rs

Bem, vou nessa.

Estarei sempre por aqui.

Beijo.

Babi Mello disse...

Acredito que a mulher deve vestir o que bem entende, agora se ela não é adepta a transparência, roupas curtas ai vai, esmalte vermelho não poder usar é de última. A mulher precisa ter bem mais atitude, ser ela mesma em qualquer circunstancia e não deixar que um homem monte nela e a faça de um cavalo.
Meninas repensem... ter opinião e atitude é primordial.
bjocas!!

EU SOU NEGUINHA disse...

Vc esta certisima..o doido de tudo isso,é que ainda temos mulheres que se colocam nesta posição e aceitam,né?
Apesar da escolha ser delas.acho triste esta anulação...
Beijos

Denise do Egito disse...

Oi, Carol

Curiosa a história do cara que trocou a boazinha pela "mais dada" do colégio. A humanidade é muito hipócrita, não?
Nunca passei pela situação, mas escrevi recentemente um post sobre isso. Em pleno séc. 21, sim, ainda existem homens que proibem as mulheres de usar isso e aquilo e a mulher, com medo de perdê-lo, aceitam. Cada um com a sua cruz, né? =P
beijos carinhosos

Elaine Crespo disse...

Oi Carolina Boa tarde!

Bem como ainda existe este tipo de proibição aqui no brasil também. Talvez no sul e sudeste menos, mas aqui no nordeste, muito comum em área urbana como rural.

Saudades daqui do teu blog! Muito sem tempo para demorar no blog. Além de estar escrevendo um outro conto.

Aqui está chovendo muito acho que a chuva do sudeste veio pra cá!:(

Minha filha se chama Isadora Carolina!:D
Carolina era o nome da minha avó!
Seria o meu mas, mudaram de idéia!(risos)

Queria mesmo hoje tomar um café e bater um papo contigo!

Linda semana!!

Beijos meus!:D