domingo, 9 de outubro de 2011

Meu tempo é quando



Eu te procuro há tanto tempo que às vezes até duvido desta minha certeza de que você existe.


No imaginário meu você é carne, osso e coração. E me procura por suas andanças, sendo assim somos dois perdidos que por pequenos ajustes ainda não se esbarraram numa esquina qualquer, mas tudo bem precisamos nos experimentar por aí para chegarmos neste enfrentamento e reconhecimento, fortes e decididos do que queremos para então escrevermos juntos a nossa história.

Eu tenho uma saudade de você sem saber a cor dos teus olhos, o cheiro do teu corpo, o som da tua risada muito menos o sabor dos teus beijos.

Mas o meu corpo pede pelos teus abraços faz anos.

Tem dias que eu desisto de ti e te confesso que até vivo bem sem a tua presença não vista ou sentida. E sigo entre beijos roubados e prazeres fugazes, com outros corpos.

Noutros a tua falta é doída. Lateja a tua ausência dentro de mim e a espera por ti me impacienta e me deixa ansiosa questionando o senhor (maldito) destino quando você virá. Chego a ter diálogos hipotéticos na nossa relação ainda não vivida.

Acelera os teus passos que ando precisando de ti de forma urgente, mas não tem desespero nesta urgência sentida somente a antecipação de uma vontade, apenas um amor guardado esperando pra ser dividido com você. Um tal de amar e ser amado,sabe? Aquilo que é o sonho dourado de todos.
Pois é, ando com o meu por ti a explodir, acho que chegou a hora.

Não me tortura mais com a tua falta, vem logo, para juntos sermos realmente felizes.

12 comentários:

✿ chica disse...

LIndo chamado de amor! beijos,ótimo domingo,chica

Dama de Cinzas disse...

Já senti isso de maneira muito intensa, hoje em dia não mais. Vai ver ando meio descrente do amor, pelo menos na minha vida, não no geral, no todo eu ainda acredito nele.

Beijocas

Eloah disse...

Lindo poema de saudades.Um belo chamado de amor.Saudades só é boa quando existe a expectativa da volta.Se não, transforma-se em dor.Quem não nos merece não merece a nossa dor.O amor só é lindo quando existe reciprocidade.Tenha um domingo
encantador.Bjs Eloah

Heloísa disse...

Carolina,
Estou na torcida.
Beijo.

Valéria Martins disse...

Que lindo, Carolina! Eu vivi assim uns 4 anos, até que ele chegou... Estou muito feliz! Ou seja, tem que pedir e acreditar. E se preparar (internamente, para reconhecer, aceitar e tratar bem esse amor, quando chegar). Uma hora acontece!

Muitos beijos,

Emíliana disse...

Inspirada e linda!Vc é demais!Quando a saudade é traduzida com um texto como esse é pq vale a pena cada alfinetada da ausência né?rsrs
Obrigada por passar no Paulo,pelas tuas palavras carinhosas.
Te amo,minha gaucha linda,de fato!
Boa semana,bjka

Valéria Martins disse...

Querida Carolina, eu sempre acredito que as coisas podem e vão dar certo. Mas eu também me mexo: arrisco, sofro, rezo, procuro melhorar o tempo todo. Tudo depende muito da gente, mas também tem a vontade de Deus. Acredito que rezar e pedir ajuda, e muito! Grande beijo, mais uma vez.

Dri Andrade disse...

Vem logo amoreco! Aparece logo de uma vez por que eu quero ver essa Carol Bonita bem satisfeita da vida!!!


Merece muito,é so ter uma pouquinho de paciencia amiga, a vida é cheia de surpresas

beijocassss

Dalva disse...

Lindo texto, Carolina!
Que o personagem da tua urgência chegue logo... sem que percas a inspiração para a poesia!

Bjs.

Gabriela Freitas disse...

A saudades é o sentimento que mais machuca, fere todas as partes do corpo.

Amanda disse...

Gostei! Vou add !

VaneZa disse...

Acho que todas sentimos isso em algum momento... o problema é quando a gente pensa que essa pessoa já chegou e entramos fundo na relação... no fim era a pessoa errada. Ainda bem que você está sendo paciente. rs

BeijoZzz