quinta-feira, 21 de agosto de 2008

O inverso do avesso

Simpatia é antônimo de antipatia. Mas você acha que eles são antagônicos?
Imagina uma freeway com a simpatia de um lado e a antipatia do outro, seguindo, naquelas vias que jamais se cruzam.
Pois é amigo, às vezes penso que em algum momento estas duas criaturas vão se bater. E aí não tem ré nem adianta acelerar porque o confronto é inevitável. Elas têm muito mais em comum do que a gente imagina. São quase primas de 1º grau.
Você já esteve naquela situação de não conseguir gostar do fulano e sabe o porquê, mas não adianta, não vai rolar? Respirou, inspirou fundo, pensou no Dalai Lama, na Madre Tereza de Calcutá, no teu carma pra sua próxima vida, mas não rolou!
Então te convido a expiar os seus segredinhos, aqueles guardados no teu lado B em que as portas jamais escancara, só deixa entreabertas e de repente entre as fugas e as franquezas com seus botões de cetim e seda, vai entender que muitas pessoas que não gosta te instiga, te provoca, te desacomoda, te remete e repele por puro instinto de alguma espécie de defesa.Muito do que criticamos nos outros é o que tbém temos ou quem sabe, gostaríamos de ter.
Já parou pra pensar que algumas categorias de antipatia surgem de situações assim? É um duelo entre admiração e desprezo.
Vai entender o lado avesso dos sentimentos...



11 comentários:

Pâmela disse...

Sim, concordo muito com você.
Normalmente o que criticamos no outro é o que somos e não queremos ser. Os defeitos alheios nos incomodam principalmente quando são os nossos próprios.
Precisamos parar de olhar tanto o próprio umbigo. Mesmo quando nosso umbigo está na barriga do lado.

Carolina disse...

Pamela, é bem por aí, como somos centrados no nosso umbigo, ma o paradoxo disto é que muitas vezes sabotamos o nosso real ser.
Difícil tarefa, às vezes,encarar as nossas verdades,né?
Bjos

Bill Falcão disse...

Também notei isso. Um duelo entre admiração e desprezo.
Tá linkada!
Bjooooooooo!

Pedro Lemos disse...

A vida é isso mesmo: pura ambigüidade .. estamos sempre em transformação, sempre aprendendo, sempre experimentando .. daí porque não gostamos de algo até que alguém nos ensine a gostar.

Júlia de Miranda disse...

Valeu! seus textos são bem bacanas!gostosos de ler!

Bjão! =)

' arcano disse...

O que me salva do tao abitolado cotidiano que a sociedade nos sujeita, creio que é esses opostos. Graças que existam!
Para entender o que voce escreve nao basta saber ler; precisa saber sentir :]

Muito bom!

ps: vo te linkar ok?

carolbiasucci disse...

Adorei o post.. qualquer dia escrevo algo parecido, com o devido credito, é claro.. bjo!

Roberta disse...

Oi Carol.
Obrigada pelo seu comentário no meu post.. não tem sido facil mesmo, mas tenho Deus e o Fernando pra me ajudar a vencer..

Beijos :D

Não Somos Apenas Rostinhos Bonitos disse...

Antagonismos são sempre difíceis de entender...
Adoramos o post!
Beijoca

Dany disse...

Concordo com vc... aquilo que a gente detesta no outro, talvez seja exatamente aquilo que temos vontade de ter... ou não temos tanto qto fulano ou cicrana!

Carol, o nome do meu post que fala de Murphy é: "As 100 melhores Leis de Murphy" e tá no mes de julho - 2008!!
Bjocas!

Valéria Martins disse...

Olá, Carolina! É verdade, os outros são um espelho onde nos vemos refletidos. Mas também existem aquelas pessoas com quem o "santo não bate". Confio muito nessa percepção. São poucas, graças a Deus, mas já tive a experiência de comprovar, ao longo do tempo, que a minha desconfiança em relação e elas tinha fundamento. Inexplicável, sei lá!
Eu, hein!
Bjs