quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Receita de Sucesso

Sabe quando você faz, durante anos aquele bolo especial, todos os sábados, bate do mesmo jeito, as medidas são as mesmas e ele cresce gostosinho?
De repente, um belo sábado você resolve fazer e não cresce.
Na outra vez que tenta fazer o tal bolo refaz passo por passo e ... o bolo desanda de novo!
Pois é, a relação com as pessoas às vezes é assim, aquela receita que ontem dava certo, hoje já não faz mais o bolo ficar bonito, grande e gostoso. Já não surte efeito fazer tudo do mesmo jeito.
É nessas horas que precisamos rever conceitos e mudar as estratégias. O difícil é descobrir aonde falhou a receita...

11 comentários:

Elaine Bittencourt disse...

E' verdade viu.

Tem uma pessoa que eu tenho um problema muito dificil de saber como falar, como agir. Tudo que faco e' errado, todo jeito que falo nao e' bom.

Dificil viu.

Carolina disse...

Que troço doido, né Elaine? Parece que a gente fala grego e a pessoa aramaico e dá uma canseiraaaa...
bjos.
* Bom te ver por aqui!

Pâmela disse...

É, às vezes isso acontece mesmo. E é muito complicado saber onde erramos. Acho que o mais fácil é sentar e conversar.
Se não for possível, bem, vai testando ingrediente por ingrediente, fazer o que?

Droga, agora fiquei com vontade de comer bolo! E eu estou de regime...

Beijos!

canseidexuxu disse...

Oi! Brigada pela visita e recado lá.

Fui conhecer seu blog e adorei! Uma leitura gostosa, bem o que foi proposto no título! :)

Vou voltar sempre!

Beijos
Xu

Valéria Martins disse...

Oi, querida. Não li as cartas do Rilke, não. Mas valeu a dica. Vou procurar e ler. Obrigada, beijo

carolbiasucci disse...

Deve ser por isso que meus bolos nunca foram comíveis.

Maciel disse...

Acontece que depois que alguém nos conhece, convive conosco, sabe que podemos ir muito mais além do que costumamos ir. E certas piadas acabam perdendo mesmo a graça. Por isso que é uma boa fazer roda-de-carreta ao invés de bolo... Mas a mudança não precisa ser tão drástica, às vezes um pouco mais de açucar que adicionamos à receita já surte grande efeito.

;)

Carolina disse...

Oi Maciel, açúcar é bom, mas pode melar demais, né? ecaaa.
bjos

Pamela, te mantém firme na dieta. Deleta o bolo. Força na peruca!!!Persistência é teu segundo nome! bjo light

Cansei de ser xuxu, bom te ver por aqui! bjos

O Carolzinha, vai tentando que um dia eles ficam comestíveis.A repetição leva a perfeição.hehehe bjos meus

Valéria querida, a leitura deste livreto é bem gostosa. bjos

Menina de óculos disse...

Carolll

Saudades de vc tbm. Eu tava aqui lendo seu blog qd vi seu coment...rs
Acho que nos lembramos uma da outra na mesma hora...

Eu não entendo muito nem de relacionamentos humanos e nem de receita de bolo, mas se um dia tu conseguir entender como funciona esse negócio de lidar com pessoas passa no meu blog e me explica...pq até hj eu só tenho coisas estranhas pra contar das minhas experiências com gente. Tô até pensando em lidar com animais e plantas..quem sabe tenha mais sorte...rsr

bj grande

ale disse...

Eu ainda acho melhor que desande de vez do que viver em meio a bolos abatumados... capisce? E sempre dá pra fazer um pudim!

Bill Falcão disse...

Não é à toa que a história da Torre de Babel é popular ainda hoje, Carol!
Bjooooooooo!!!!!!!