quinta-feira, 16 de outubro de 2008

A minha liberdade exige ser livre


Mãe + filha + magazine + mulher descompensada.
Pega tudo isto e bate no liquidificador.
Olha a mistura que dá:
Outro dia, eu tomando café num shopping, minha mãe num grande magazine. Terminado o café fui buscar a minha mãe, ela já na fila, dos idosos pois tem 70 anos, estava no seu direito ( que ela não leia o blog hoje!). Enquanto ela pagava a conta eu olhava as bolsas. Eis que surge do nada uma mulher com o diabo no corpo ( e este corpo definitivamente não veste Prada!) e quase me pendura no cabide das bolsas, com dedo em riste me xingando de tudo e um pouco mais ($%¨&*) porque achava um absurdo enquanto eu “saracoteava” pela loja deixar a minha” pobre mãe velhinha” ( definitivamente que ela não leia isto!) ficar em pé na fila pra pagar as mercadorias que ela dizia que eram minhas ( dedução nº 1). Detalhe: a minha mãe, fora a idade, é uma mulher que pode ser chamada de tudo, menos de velhinha. Pois é o que ela não é, mesmo!!!
Compõe a cena: eu quieta, pós tomar aquele cappuccino, feliz e faceira esperando a minha mãe pagar suas compras e aparece do nada esta criatura ensandecida, cuspindo fogo pelas ventas.
Agora eu te pergunto, num tempo em que mais gruda como chiclé nos ouvidos a música ado, ado, ado, cada um no seu quadrado, quando cada vez mais entendemos e exercitamos a liberdade de ir e vir e principalmente de ser. Falamos demais em privacidade, invasão de espaço, liberdade de expressão, ser o que se quer ser, mas as pessoas não entendem a extensão do que implica certas atitudes, a amplitude da coisa. Exageros em palavras e economia em atitudes.
Isto é normal?
Será que é muito difícil cada um se limitar ao seu espaço?
Que invasão é esta?
Será que impera a loucura no meio de tanto discurso sobre espaço, liberdade e privacidade?
Gente, tô bege... até agora!

19 comentários:

canseidexuxu disse...

Ai, pra eu ficar bem, só imaginando que pegasse essa mulher pelos cabelos e dissesse umas boas verdades! Que raiva! :)

Tens toda razão, o que ela tem a ver com isso? Ainda se tivesse se informado dos fatos...

Beijos!
Xu

Dany disse...

O povo hj em dia além de metido e invasivo, anda estressado demais... Deus me livre... E qual a tua reação, Carol?!
Bjs

Carolina disse...

Danny, respondendo ao teu coment: sim eu sou implicante, amiga. O que eu fiz? Quanto mais ela gritava na loja, mais eu mantinha o tom de voz calmo e baixo porque aí ela se obrigava a falar baixo pra me ouvir no meio do seu próprio grito, por dentro louca pra estapear a doida diante da situação absurda, e ela ficando mais puta da cara e eu me mantendo em cima do salto. Até que ela virou as costas e se foi, assim como chegou. Vai ver estava naquelas tpm cheia de malária ( tipo mala na área). Que perigo esta mulher a solta, disparando raiva como se fosse uma bazuca.
Te confesso que foi uma ginástica manter o "salto" e a lucidez, porque normalmente não sou assim tão zen, mas acho que foi puro choque mesmo...
bjos

Loira e Morena disse...

Fala sério né! Mas o povo é assim mesmo, nao respeita um nada dos outros.
Ela nao tinha nada q ter se entrometido, ainda mais como vc falou sua mae esta otima e garanto q ela mesma nem queira muita ajuda, pq gosta de se sentir util.

Beijaooo da Morena!

' arcano disse...

De quanto espaço voce precisa?

Denise do Egito disse...

Hahahaha. Carolina, amei o post de hoje. Estou dando risada aqui e sou toda solidária a você! Como dizem os cariocas "fala sério", né?
Mas isso cansa de acontecer comigo. Outro dia, uma mulher veio me perguntar se eu só passava filtro solar na rua. É que às vezes saio tão apressada que acabo passando mesmo. Essa "desocupada" deve ter reparado isso e me veio com essa pergunta. Hahaha. Pode, Carolina???
Ô, meu Deus...

Um beijo querida. E obrigada pelo link, tá?

Camila disse...

Menina que história louca! Ou melhor, que mulher louca!

Como se a gente já não tivesse coisa suficiente pra nos estressar, né? Mas você reagiu super bem, viu? Eu sou super calma, mas ñem sei o que faria no seu lugar!

Sinto muito que tenha acontecido isso com você, mas, que rendeu um belo post, rendeu... Heheheh

Beijinhos!

Pâmela disse...

Nossa, até eu fiquei bege! Hahahaha!
Fala sério, iso sim é uma mulher descompensada. Que louca, eim!
As pessoas acham que podem chegar metendo o bedelho na vida alheia. E sem serem chamadas. E é engraçado como isso acontece com frequência.
Resposta: Vem cá, meu bem, será que você pode ser pôr no seu lugar, por favor?
Beijos!
Ótimo fim de semana!

C. Biasucci disse...

Tem gente que merece uns tabefes bem no meio da fuça.. Que porra hein essa mulher!!

Valéria Martins disse...

Eu, hein!... Acho que essa mulher tava descompensada com alguma outra coisa e te escolheu pra descarregar. Sai fora! Vade retro!
Mas sempre que me acontece uma coisa assim, eu me pergunto: por que comigo? Não no sentido de me sentir vítima, mas de tentar enxergar por que atraí uma maluquice dessas. Com tanta gente em volta...
Pra vc ter uma idéia, já fui esbofeteada na rua por um mendigo... Faz muito tempo. Concluí que eu precisava "acordar".
Beijos, tô de volta.

Não censuradas disse...

baaah! odeio gente q se mete onde nao foi xamado!! Porque nao cuidam cada um da sua vida.. seria BEM melhor mesmo!
Se eu fose voce, ja ia te feito um barraco! hehehe

BjinhOs* da Galadriel

Re disse...

Ado, ado, ado mesmo....
Eu super abuso da minha mãe, confesso!!!! Mas se eu estou com ela no shopping, comprando coisas para mim, ela teria que ficar em pé na fila do meu lado.... E o melhor para uma senhora, é pagar logo, sem fila e ir para uma outra lojinha..... Eu abuso da minha mãe, mas com lógica...
Ah! Eu mandava esta mulher catar coquinho no mato....
bege!!! beijos
Re

_+*A Elite in Paris*+_ disse...

Um episodio sem o qual poderias ter vivido muito bem.

Gente metida, credo!

Beijo meu ♥,

A Elite

Bill Falcão disse...

Cacilda! Como tem gente idiota no mundo!
E um bjoooooooooo!!!!!!!!!!!

Dedinhos Nervosos disse...

Gente, que mulher louca. Imagino que o susto que vc tomou. Na boa, eu tinha mandado ela pra PQP. Se não falasse coisa pior. Eu, heim.

Felina disse...

Oie Carol poderosa....
saudades de ti mulher...

Pow depois dessa,até o delicioso gostinho do capuccino que geralmente fica em nossa boca,deve ter perdido o encanto.Do jeito que eu tenho gastrite nervosa,eu teria tido uma das minhas terríveis dores de estômago ali mesmo,na hora!!!

Eu acho que,sinceramente,as pessoas são muito impulssivas sabe.Falam o que vem em mente sem ao menos antes se certificar dos verdadeiros fatos como já mencionado,e antes de ter consciência plena de tudo o que acontece. As pessoas não respiram antes de falar,dá impressão que já veem meio estressadas de alguma situação anterior e descontam no primeiro cidadão que aparece na frente (que sorte ou não,essa foi vc).

Acho que tudo isso vai mais além de invasão de privacidade,direito de ir e vir...Acho que está ligado a respeito...Respeito à pessoa com quem vc lida.

beijinhos

Ronaldo Rodrigues. disse...

LIBERDADE- palavrinha mais linda que faz bem a todo mundo e obrigado.
adorei sua historia e o modo comico com que vc conta tudo, parabens pelos seus textos e pelo blog.
beijos

' arcano disse...

Suas palavras sao inspiradoras *-*

Menina de óculos disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkk

Eu vou rir...eu preciso rir...

Tem gente muito doida por aí...


Eu num tenho mais idade pra essas situações..


pronto falei!!!

:P