domingo, 13 de dezembro de 2009

NO MUNDO DOS PORQUÊS


Aberta a temporada das emoções coletivas.
Eu quero entender o porquê de tanta atenção, de tanta bondade, desapego material e espírito de ajuda somente numa época do ano.

Passado o mês de dezembro e o que inclui no pacote deste período, além do tal espírito de Natal, a vida volta “ao normal”. Normal nem sei se é a palavra, mas voltamos aos nossos casulos e de lá tocamos as nossas vidinhas individuais, encarcerados nos nossos problemas e atribulações, esquecendo de vez o próximo...mais ou menos.

Não falo somente dos outros, falo de mim também. Este questionamento é de dentro para fora, afinal é nesta época do ano que nos abrimos mais para as mazelas do mundo, fazemos mutirão para ajudar lares carentes, contribuímos com brinquedos para crianças necessitadas.
O olhar é mais doce com aquele colega insuportável, a paciência é maior com o tal primo mala que passará o ano novo conosco, conseguimos brecha naquela agenda atribulda que é a sua vida, para encontrar os amigos de segunda a sexta em qualquer happy hour da vida.
Choramos mais, o coração fica batendo como asas asas de borboletas só de ouvir sinos em qualquer música que ouvimos. Até com o  caminhão da Coca Cola me emociono, quando passa de noite corro pra sacada pra ver toda feliz.

Sentimos mais falta dos que foram para o andar de cima e comungamos de amor pelos próximos com mais carinho, atenção, sinceridade e generosidade. Nosso sobrenome é altruísmo.

A bondade está no ar.
Trinta dias em que as pessoas estão mais aberta a emoção alheia, bondosas e mais cheias de Deus por dentro.

Este exercício de bondade deveria se dar o ano todo, ou melhor, deveria ser tão internalizado que seria normal sermos assim, magnânimos.

Quem sabe aderimos a esta modalidade de ser ?

Deixaria de ser apenas um mês o Natal e seria os 365 dias do ano.

9 comentários:

ONG ALERTA disse...

Deveria ser para sempre, mas faz quem pode e talvez os outros aprendam, muita paz.

Dama de Cinzas disse...

Eu gosto de coerência e como acho que nessa época tudo fica incoerente com o jeito de ser normal das pessoas eu prefiro continuar sendo a mesma que sou o ano inteiro... rs

Beijocas

Teórico disse...

Olha, eu sinceramente nem sei se seria uma boa idéia viver os 365 dias do ano, porque já reparou como isso soa tão hipócrita, é como se em dezembro, a gente virasse mocinho e me janeiro tiramos a máscara do bem e vivemos como seres egoístas de sempre?

sei lá, acho que tô meio descrente da humanidade mesmo.Sem ser contraditório, só pensando friamente, viver 365 dias de mocinho não seria de tudo ruim...rs

Beijão

Dalva disse...

Olha, esse tal de "espirito natalino" infelizmente soa muito hipócrita, com muito apelo da mídia. No fundo, de verdade, nada muda. Tudo é sempre igual.

Bjs.

Heloísa disse...

Carolina,
Acabei de publicar um texto meio relacionado com o seu.
A overdose de altruísmo termina mesmo, mas acho que é importante termos uma data para pensarmos e, quem sabe, mudarmos aquilo que seja necessário.
Beijo.

Debor@h disse...

Carol, concordo com você quando diz que as pessoas demonstram esse estado "natalino" Se é que assim se pode dizer no pultimo mês do ano, mas se as pessoas fizessem metade do que fazem ou pelo menos dizem fazer no mês de Dezembro, o mundo seria um pouquinho melhor. Que esse estado de espírito seja permanente sempre. Beijos

adoroeponto disse...

TOdo mundo comenta que em dezembro a bondade fica no ar e todo mundo manda mensagens de amor, carinho e compreensao umas as outras.
Mas nem sei...

Nao acho que role tanto assim. mas sou a favor dos 365 dias de alegria, paz, amor e prosperidade!

Éverton Vidal Azevedo disse...

Bom, apesar de toda a hipocrisia que rola, tem sentimentos e emoçoes verdadeiras no ar, e só por isos já valeria a pena. Embora, de maneira alguma devamos nos contentar com a hipocrisia.

te deixo um abraço.
Beijo!.

Bill Falcão disse...

Pois é, Carol: acaba dezembro, voltam os "sai pra lá, pinguço!", "vai trabalhar, vagabundo!", "tem é que matar mesmo!"
E voltamos à nossa rotina.
Bjoooooooooo!!!!!!!!!