quarta-feira, 21 de julho de 2010

A cara de alguns dias

Liza Minelli no filme Cabaré


A vida é forte.
E tem dias que ela acorda com cara de cortesã. Daquelas que já passaram da validade, vestida de négligé preto mal escondendo as dobras das carnes de um corpo outrora curvilíneo. Maquiagem borrada, um leve suor nas têmporas, olhos espertos carregados de cajal marroquino. Olhar cheio de bagagem de uma vida bandida. Perfume Guerlain, doce.Uma piteira descansando no canto esquerdo dos lábios finos borrados de batom vermelho carmim. Espirais de um cigarro Gauloises. Traços de ironia fina naqueles lábios de antigos prazeres. Voz rouca, risada misteriosa impregnada de segredos envelhecidos, entesourados em caixas de cetim de poás preto e branco.
A senhora gorda aguarda, plácida num canapé de brocado gasto, o jovem cliente sob uma camada de tranqüilidade disfarçada.
A fome lateja dentro dela. Fome do banquete que a espera.
E o frescor e o viço servindo como sobremesa.

10 comentários:

Nine disse...

Carol, hoje me deu uma saudade de ler teus escritos, vim dar uma espiada básica e um oi... fui surpreendida com "a cara de alguns dias", e ando precisando de algo com "cara" de sobremesa nos meus dias (principalmente no aspecto profissional)... teu post veio a calhar, e me fez refletir sobre o que devo deixar de lado, e o que devo focar e mudar em mim. Acho que isso é bom!

Mil beijos, embora as vezes eu suma, é sempre muito bom passar por aqui!

Nine

Sentimentalidades-Todas disse...

É, tem dias que acordam rotos, desejosos do fim rápido e indolor...
mas, "certos dias tem cara de vida inteira".É tudo o nada. Felicidade ou dor. Tudo ao mesmo tempo.

Como é instigante te visitar, Carol
Abraços, querida
Mônica

Dri Andrade disse...

adorei esse texto.
a vida é misteriosa demais..
beijocasss

Sac do Amor disse...

A vida é assim mesmo, não podemos nos intimidar por ela nem sempre ser exactamente aquilo que se projecta que deveria ser.

Abraços cordiais. Au revoir.

Denise do Egito disse...

Curioso é que essa vida, ao mesmo tempo em que se mostra borrada, decadente e sem vontade, é elegante com seu perfume Guerlain...

Beijocas e ótima semana

Dalva disse...

A vida tem fome, é preciso saciá-la!
Teu texto é ótimo!

Bjs.

Valéria Martins disse...

Uau, gostei dessa vida. Não por muito tempo, mas gostei.

E eu AMO a Liza Minelli. Vc viu "Sex and the city 2"? Ela faz participação especial.

Beijos, querida!

Dri Andrade disse...

Adorei esse texto, tem dias que é assim mesmo, parece que cada dia com uma cara diferente.
O que não gosto é da rotina, eu e ela brigamos diariamente

beijos

devaneiosdeumqualquer disse...

É mais ou menos como andar numa calçada movimentada.. uma hora vc vê uma cara bonitinha e amigável, depois uma carranca e rugas.. enfim, continue andando.. viva um dia após o outro. Tenho certeza q qualquer dia desses, vc se depara com um Clooner tocando várias músicas do seu gosto...

Bjokas.

Renato Hemesath disse...

Oi Carol!

Ahh, quantos detalhes interessantes tu fez questão de colocar neste post.
De fato, a vida é forte mesmo. Ela sobrevive e ensina aqueles que também desejam ser surpreendidos por ela, a sobreviver.

E estamos ai! ;D

Beijos, bom final de semana!

obs: vontade tri de rever 'The Way The Were'. <3