quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Você está pronto para encarar esta (bad) trip?

“ A morte é a mais fiel das companheiras, pois nasce conosco, permanece ao nosso lado por toda a vida e nos leva quando tem que levar. Não a vejo com horror. Estou naquela idade em que vir a morrer não vai me surpreender.” – disse Manoel Carlos, autor de novelas, 76 anos, na contracapa da Zero Hora de hoje.

Concordo, ela vem junto no pacote assim que saímos do ventre materno. Há de se aprender ( ironicamente) a viver com ela, a encará-la. Tem àqueles que saem atrás de respostas para o seu significado e há os curiosos que buscam em todas as crenças a explicação para ela ou quem sabe algo mais.
E fica a pergunta bailando em torno de: quem realmente sabe o que existe do outro lado? Só os que se foram!
Você e eu com certeza não sabemos, pois ainda estamos aqui e o que procuramos encontrar nos diversos caminhos que buscamos respostas ( se é que buscamos) são mera especulações e hipóteses.
A única certeza que contamos é que esta estrada, em algum momento, vamos enveredar. Se no meio dela acharmos que é cedo ou não, aí é com Deus e como dizem, só Deus sabe.
É inevitável a tal viagem.
Se ela é nossa companheira, digo por mim, que até o presente momento ela está mais pra uma “amiga” que quero bem distante de mim porque tenho sede de viver e se possível fosse ficava pra semente.
Quem sabe mais tarde, com o passar dos anos, com a sabedoria adquirida, me acostume com esta persona que nos acompanha de longe ou de perto, mas por enquanto sigo reto vivendo, que é uma das maiores maravilhas.
E você está pronto para esta viagem?

17 comentários:

Debor@h disse...

Eu não estou pronta para encarar essa viahem ainda não, e me surpreendo com aquelas pessoas que dizem não ter medo da morte. Talvez um dia quando for bem velhinha perca o medo, mas o que mais temo é perder as pessoas queridas, mais do que a mim mesma. Acho que tenho muitoooo ainda que fazer aqui e tenho que aproveitar, algo que não ando fazendo ultimamente, mas vamos lá, seguimos em frente!

Carol, que legal que gostou do selinho. É lindo né! Beijos e bom dia pra vc e boa noite pra mim! :-D

Babi Mello disse...

Eu pronta claro que não e prefiro nem pensar nosso no momento, assim como você quero viver e vida é bom demais apesar de todo o sofrimento que é acompanhado por ela.
bj!

Adriana Calábria disse...

Sinceramente não estou!
Eu tb prefiro trata-la como uma amiga beeeem distante.
Ainda mais hoje que é meu aniversário!
Bjssss

Heloísa disse...

Carol,
Acho que é difícil estar preparada. Mesmo pessoas com problemas sérios, quase que desenganadas, mantêm a esperança da vida.
Gostaria muito de descobrir uma forma de preparação, que me fizesse aceitar a ideia de partir com bastante tranquilidade.
Beijo.

Elaine disse...

Carolina,
Lendo seu comentário eu pensei numa certa pessoa que sempre passa pelo meu blog, e pelo de todo mundo aliás, dizendo:
"Estou com pressa, volto outra hora." E isso em todo blog, dezenas deles.
Só na base do copiei e colei...
Detesto!
Isso é tática rasteira para aumentar os acessos ao próprio blog. E o pior é que aparentemente tem funcionado com os incautos...
Aff.
Beijos, querida, e boa noite.

Paloma Flores disse...

Eu não estou pronta, mas acho que a maioria de nós nunca está. Lembrei da Menina que roubana livros, já leu? Muito bom.
Também a quero bem longe por bastante tempo. O suficiente pra viver muito do que sonho, pelo menos.
Bjão!

Lay. disse...

Acho que preparada mesmo ninguém nunca está mas se entendermos o verdadeiro sentido da morte, pelo menos pra mim que sou cristã, não vejo motivo para ficar sofrendo pensando nela antes do tempo.
Beijos, gostei da reflexão!

Dama de Cinzas disse...

Sempre leio post falando sobre a morte, tenho vontade de escrever um, mas desisto em seguida, porque acho que vou perder todos os meus leitores... ahahah

Sou muito mórbida, penso isso que o Manoel Carlos pensa e ainda vou muito mais além. A morte é uma companheira com quem converso diariamente. Sempre tenho vontade que ela me leve, acho que é a maior solução pras chatices desse mundo, mas não quero me suicidar... Deu pra ententer? Não? Nem queira... ahahah

Beijocas

Valéria Martins disse...

Alguém está pronto? É possível se aprontar para essa viagem? Creio que sim, desde o momento em que nascemos. Perguntaram a um mestre qual era o sentido da vida e ele respondeu: "A vida é uma preparação para a morte". Afinal, pode acontecer a qualquer momento, certo?
E você, já se preparou hoje? Brrrr....

Beijos!

adoroeponto disse...

Eu quero viver muito. Pra sempre se eu puder trazer comigo pessoas que me fazem bem.
Mas também faço questao de viver bem. Viver mto tempo uma chatisse, nao tem graça nenhuma.

Agora, quanto a estar preparado? Nao quero me preparar. Qdo chegar eu vou, quem fica é que sente falta!

Dalva disse...

Carolina,

Essa é uma preparação difícil... mesmo que vc tenha mais idade, é problemático dizer que esteja preparada para esta viagem. Acho que nínguém realmente está. O importante é não ter medo do inevitável, procurar encarar como uma das etapas de nossa vida. E se me permite dizer, acho que a melhor preparação para a morte é viver bem a vida.

Uma noite de paz!

Bjs.

Lili Tormin disse...

Creio que no fundo nenhum de nós está pronto para tal viagem. Na minha concepção o que diferencia é a forma de cada ser ver e encarar a morte. Mesmo daqui sem anos, não acredito que esteja "pronta" para acompanha-la...

Bjos

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

Nãoooooooooooo

Nem quero pensar nisso!!! Estando vivo, pense na vida!!!

Beijos

Denise do Egito disse...

Carol, adorei o novo lay out! Que bom que você gosotu da foto e fez dela uma template fofa como esta. Ficou uma graça!!!

Quanto à morte, às vezes, eu estou refletindo e penso que um dia eu não mais vou existir. Olho em volta e percebo que aqueles móveis e objetos, roupas e fotos, um dia estarão no lixo ou na casa de outra pessoa que talvez nem meu parente seja. É angustiante perceber que um dia não estarei aqui para ver o sol, assistir aos filmes, ver meu filho. Sobe um arrepio, uma angústia, que nem sabendo que a morte é algo pela qual todos passarão, me conforta. É, mas fazer o quê? Vou seguindo minha vida, buscando a felicidade e procurando um crescimento espiritual. Assim, quando ela chegar, ao menos, tenho esperança de estar pronta para a "viagem".
Um beijo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Adorei!

Bill Falcão disse...

Não gosto de viajar, só por obrigação. Ou pra praia.
Bjooooooo!!!!!!!!

Sonia disse...

Afff...!!!Eu ainda não estou pronta para essa viagem não!
Mas não existe dor pior que perder as pessoas que amamos!Nem para isso ainda estou pronta.
Procuro evitar de pensar nisso!Quando chegar a hora,chegou pprque de uma coisa tenho certeza:é inevitável!
Bjssss...